terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

II Camporee Escoteiro Gaúcho

A Tupanciguara esteve lá, abaixo o certificado de participação do escoteiro Matheus, 
honrosa participação.

da esquerda para a direita, Melvin Jones, SOCEPE, HD, Tupanciguara (Matheus)  e HD novamente
clique nas imagens para visualizar todas as fotos

QUARTA-FEIRA, 3 DE FEVEREIRO DE 2010


Segunda-feira foi agitada no Camporee Gaucho

A segunda-feira começou com uma rotina do Camporee: a unidade móvel da Radio Camporee percorrendo os subcampos pra acordar a molecada com muita música. O Argus foi o piloto e eu me vesti de mendigo. Escolhemos uma trilha bem alegre e mandamos ver.
Após o café da manhã, a galera foi se preparando para as atividades do dia. Os escoteiros, divididos em quatro subcampos, realizaram atividades por bases, da mesma forma como haviam feito no sábado: lagoa do peixoto, trilha de obstáculos, bases de reciclagem e atividades na lagoa do Parque. Para o Ramo sênior, a função foi outra: o povo trabalhou duro pela manhã, construindo catapultas, escudos, arcos e armaduras - tudo em preparação para o grande jogo da tarde. Enquanto isso, os pioneiros embarcavam em um ônibus, rumo a uma grande aventura: a subida do morro da Borrússia, em cujo topo, em um mirante, se pode contemplar a indescritível beleza natural da região. O passeio seguiu até a Lagoa da Pinguela, onde a turma se divertiu e se refrescou nas águas calmas,retornando ao Campo só no fim da tarde.

Tarde quente na lagoa
As mornas águas da lagoa do Parque Osório foram testemunhas de uma verdadeira guerra que aconteceu durante a tarde. Quatro exércitos de sêniores e guias de caras pintadas, invadiram o local em um jogo disputadíssimo, construindo castelos e matando os oponentes com bombas de tinta. A guerra felizmente terminou sem mortos ou feridos, apenas com a galera na água, esticando a diversão.

Encerramento
E como tudo que é bom dura pouco, eis que a noite chegou. E trouxe com ela o momento de finalmente dizer "não é mais que um breve adeus". A cerimônia de encerramento, conforme nossa rádio anunciou, teve pouco discurso e muitas emoções. As tochas se apagaram, as bandeiras foram arriadas. Quem não vibrou com a abresentação da delegação paraguaia? Quem não mexeu as cadeiras com as danças gauchas trazidas pelo CTG? Quem não se emocionou com os fogos de artifício e a contagem regressiva? E no fim de tudo, ainda invadimos o palco e colocamos som pra turma, com direito a funk escoteiro cantado pelo animado Chefe Cutis. Muitos abraços, muita troca de contatos, algum choro, e no fim das contas, é o que de mais valor trazemos de uma grande atividade escoteira: troca de amizades, integração, boas lembranças e certeza de que passou rápido demais e que faríamos tudo outra vez.

DOMINGO, 31 DE JANEIRO DE 2010


Equipe do “Patrola” agita o II Camporee

A agitação de sábado à tarde no II Camporee Escoteiro Gaúcho, no Parque Marechal Osório, em Tramandaí, ficou por conta da presença da equipe do “Patrola”, da RBS TV, programa voltado ao público jovem que vai ao ar às 11h30 de sábado. O apresentador Ico Thomas pensou em uma maneira diferente para mostrar o acampamento que reúne 1.200 escoteiros, jovens em sua grande maioria. Ele convidou a banda “Área Restrita”, uma das atrações do Planeta Atlântida.


Para o pessoal da TV, era mais uma boa pauta, com uma boa história. Para os participantes do II Camporee, uma festa. E ao final da reportagem, tudo virou mesmo uma festa. Ico e os integrantes da “Área de Risco” brincaram na grande atração do acampamento, um barco viking construído com madeira e amarras. Ico era um dos mais entusiasmados com a brincadeira.
Claro que esse foi o jeito que o programa encontrou para contar, de forma bem-humorada e descontraída, a história do II Camporee, que termina no próximo dia 2. Nesta segunda-feira, 1º, ocorre o encerramento do evento.